quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Jesus Cristo é o Senhor

Romanos 10:9 - Se você confessar com sua boca o Senhor Jesus e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. O termo "Senhor" é usada às vezes nas Escrituras simplesmente como um título de respeito, como podemos dizer "Sir". No entanto, seria um grave erro supor que isto é sempre o sentido da palavra, especialmente quando usado de Jesus Cristo. A palavra grega que é mais freqüentemente traduzido como "Senhor" é kurios. Kurios refere-se a quem tem poder legal ou quem possui autoridade sobre os outros. A Bíblia fala de Deus como o Senhor - o que tem poder absoluto e autoridade sobre todos os aspectos da criação, incluindo os seres humanos. Quando Jesus é chamado de "Senhor" é uma afirmação da sua divindade e, como tal, uma afirmação de sua autoridade sobre a humanidade.



A mensagem da Igreja primitiva para a comunidade hebraica que havia crucificado Jesus como um blasfemo era esta: "... deixar toda que a casa de Israel saiba com certeza que Deus fez este Jesus, que vós crucificastes, Senhor e Cristo". Essa verdade foi verificada pela ressurreição de Jesus dentre os mortos, e pela doação do Espírito Santo à Igreja. A realidade maravilhosa que Jesus, a quem tinha conhecido tão intimamente por três anos e tinha visto morrer a horrível morte de cruz, foi ressuscitado dentre os mortos e que ascendeu ao céu, como o Senhor fortaleceu os Apóstolos para fazer feitos heróicos para o Evangelho. Agora as provas para o triunfo de Cristo exaltado foi tão convincente que eles estavam dispostos a arriscar o sofrimento, prisão e até a morte em seu serviço. Sua convicção era que Ele governou e que Ele iria cuidar deles.



A conclusão deve ser que qualquer verdadeira fé em Jesus deve ser uma fé que abraça tanto como o Redentor que aniquila o pecado pelo sacrifício de si mesmo e como o Senhor. A idéia de que alguém pode ter um relacionamento pessoal com Cristo, enquanto não colocam Nele o poder de dirigir a vida de acordo com conselho de Sua Palavra, é na verdade uma negação de que Cristo é Senhor. A fé em Cristo é em sua essência uma submissão voluntária a Ele como Deus e Master-Dono e proprietário de todas as coisas. O impacto prático disso é que as pessoas que se dizem seguidores de Cristo e ainda são indiferentes à vontade de Cristo, expressa nas Escrituras, estão apenas vestidos de cristãos. Não fazem parte do corpo de Cristo. Eles não sabem quem é Cristo. Eles não foram trazidos cara-a-cara com incrível glória e majestade do nome, uma de quem está acima de todo nome e diante do qual todo joelho irá curvar um dia e toda língua confesse que Ele é o Senhor de todos os senhores e Rei sobre todos os reis.




Jesus é o Senhor da sua vida?

Senhor Jesus, confesso que o Senhor é meu salvador pessoal e que seu sacrifício me trouxe à vida. Devo-lhe toda confiança e glória. Por isso, Jesus, lhe entrego todo meu viver. Meu eu está morto. Vivo por Ti.


Maranata





http://www.vor.org/mebane/newspaper/jesus_christ_is_lord.html

Um comentário:

  1. Graça e paz!
    “Andando” por aí cheguei até o seu Blog e quero te parabenizar pela bênção que pude ver aqui.
    Já estou te seguindo e será uma honra te receber no pastoragente.blogspot.com.
    Se quiser segui-lo vai ser uma alegria pra mim.
    No blog conto da forma mais realista e divertida possível as realidades, dúvidas e experiências de uma simples pastora como eu.
    Fique na paz. Um abraço.

    ResponderExcluir